Se você trabalha como gerente, certamente já se perguntou o seguinte: como posso fazer minha equipe trabalhar junto de forma mais rápida e produtiva sem reformular totalmente os fluxos de trabalho dela? Kanban x scrum?

Para muitas equipes, a solução tem sido justamente implantar o Kanban ou o scrum, duas estruturas eficazes de gerenciamento de projetos que dão vida à metodologia ágil.

Embora demandem diferentes processos e estilos de organização, tanto o scrum quanto o Kanban visam ajudar equipes auto-organizadas a alcançar as mesmas metas: trabalho mais ágil e produtivo, melhor colaboração em equipe, resolução mais eficaz de problemas e entrega mais rápida de produtos.

Porém, com alguns líderes de equipe defendendo o scrum, e outros promovendo o Kanban, como saber qual estrutura usar com sua equipe? Neste artigo, vamos comparar o Kanban e o scrum em detalhes. Abordaremos as principais diferenças entre eles, identificaremos suas semelhanças e forneceremos dicas sobre como escolher a metodologia adequada.

Aspectos básicos do desenvolvimento de software ágil

Antes de começarmos a diferenciar os métodos de gerenciamento de projetos Kanban x scrum, vamos primeiro entender o básico da metodologia ágil, termo guarda-chuva para essas estruturas.

Desenvolvimento de software “ágil” se refere às metodologias que praticam o desenvolvimento iterativo visando entregar valor com mais rapidez, qualidade e previsibilidade. O desenvolvimento de software ágil requer um alto nível de colaboração entre equipes auto-organizadas e multifuncionais, além de grande aptidão para se adaptar a mudanças.

O método ágil foi criado para ajudar equipes a se adaptar e responder a mudanças ao longo do processo de desenvolvimento de software, identificar problemas e bugs com mais rapidez e evitar atrasos ao encontrar soluções o mais antecipadamente possível. Antes de ele se tornar amplamente adotado, muitas equipes de desenvolvimento dependiam da tradicional abordagem em cascata, que usa um método linear de desenvolvimento e testes.

Atualmente, muitos tipos de equipes usam estruturas de gerenciamento ágil de projetos — e não apenas desenvolvedores. Um aspecto que torna o método ágil tão bem-sucedido e popular é seu foco nas pessoas que fazem o trabalho, e no nível de eficácia com que elas trabalham juntas. Embora a responsabilidade e o progresso individual sejam essenciais para o sucesso do gerenciamento ágil de projetos, há um foco maior na colaboração e resolução de problemas.

Metodologia Kanban — o que é Kanban?

Como mencionamos acima, a estrutura Kanban é um tipo de gerenciamento ágil de projetos. Especificamente, o Kanban é um método de gerenciamento de fluxos de trabalho que ajuda as equipes a melhor definir, gerenciar e aprimorar processos. Essa estrutura auxilia as equipes a entregar os trabalhos ao visualizar metas, tarefas e o progresso, contribuindo para maximizar a eficiência e melhorar continuamente os resultados.

O quadro Kanban é um dos elementos mais essenciais na estrutura Kanban.

Para projetos simples de pequena escala, você pode criar um quadro Kanban somente com um quadro branco, um conjunto de notas tipo post-it e uma caixa de marcadores de texto. Primeiro, basta criar três colunas denominadas “A fazer”, “Fazendo” e “Feito”. Em seguida, anote todas as tarefas envolvidas no projeto em diferentes notas de post-it, e coloque-as na coluna apropriada.

Com projetos maiores e mais complexos, será difícil gerenciar todas as partes móveis dessa forma. Geralmente, as equipes que adotam a estrutura Kanban usam um quadro digital para facilmente gerenciar tarefas, acompanhar o progresso e cumprir prazos.

Adotar a metodologia Kanban significa concordar com estes quatro princípios:

  1. Visualização do fluxo de trabalho: visualizar seu trabalho com clareza é fundamental no Kanban. Para conseguir isso, as equipes usam quadros Kanban que identificam trabalhos pendentes como “A fazer”, e aqueles concluídos como “Feito”. Identificações adicionais são usadas para rotular status de forma mais específica, sinalizar problemas ou indicar quem é o responsável por determinadas tarefas.
  2. Limitar o trabalho em andamento: para evitar sobrecarregar sua equipe ou perder o controle sobre as tarefas, estipule um limite para o trabalho em andamento (ou para a coluna “A fazer”) simultâneo. Isso ajuda a garantir que sua equipe se ocupe primeiramente das tarefas prioritárias, antes de começar novos elementos do backlog de produtos.
  3. Foco no fluxo: com todos da equipe mantendo e acompanhando o quadro Kanban, o trabalho começará a fluir melhor. Para garantir que esse fluxo continue, procure por gargalos ou problemas que causem interrupções, e use-os como oportunidades de melhoria adicional. A meta principal é fazer com que o trabalho flua continuamente, sem interrupções e reinícios.
  4. Enfatize a melhoria contínua: monitore seu sistema Kanban e a forma como sua equipe responde a ele — e busque maneiras de fazer aprimoramentos ao longo do tempo.

O que é a metodologia scrum?

Assim como o Kanban, o scrum é uma estrutura projetada para facilitar o trabalho em equipe em projetos complexos. Ele promove a metodologia ágil através da conclusão do trabalho de maneira iterativa para alcançar uma meta bem definida.

No scrum, as equipes trabalham dentro de sprints com prazo definido, nos quais a meta é criar entregas funcionais que forneçam valor às partes interessadas ao final de cada sprint. Comunicação, autoavaliação e feedback são fundamentais ao scrum, além de ajudar a embasar melhorias para o próximo sprint.

As equipes que adotam a estrutura Scrum também devem adotar os seguintes princípios:

  1. Controle empírico de processos: as equipes scrum devem cumprir a filosofia scrum mantendo os valores de transparência, avaliação e adaptação.
  2. Auto-organização: um forte senso de responsabilidade e propriedade individual entre cada membro da equipe é essencial para se desenvolver um trabalho eficaz em equipe e um ambiente criativo.
  3. Colaboração: no scrum, o gerenciamento de projetos é visto como um “processo de criação de valor compartilhado”, no qual as equipes devem trabalhar juntas para desenvolver e entregar o maior valor.
  4. Priorização baseada em valor: ao continuamente priorizar e repriorizar o trabalho, as equipes scrum se certificarão de consistentemente entregar produtos relevantes e funcionais ao final de cada sprint.
  5. Prazos definidos: as equipes scrum usam limites de tempo para ajudá-las a planejar, gerenciar e executar projetos com eficácia. Além de sprints com prazos definidos, reuniões diárias, reuniões de planejamento de sprints e reuniões de revisão de sprints são realizadas com restrições de tempo.
  6. Desenvolvimento iterativo: ao consistentemente solicitar o feedback de clientes ou partes interessadas, as equipes scrum se certificam de continuamente aprimorar e criar valor aos usuários.

Quais são as diferenças entre scrum e Kanban?

Agora que temos uma sólida compreensão geral de ambas as estruturas, vamos à grande questão: qual é a diferença entre Kanban x scrum?

Existem várias diferenças entre Kanban e scrum, como no fluxo de trabalho, restrições de tempo, funções da equipe e medição de sucesso.

No entanto, é importante lembrar que, embora as estruturas possuam sistemas e abordagens diferentes, ambas foram projetadas para ajudar as equipes a atingir as mesmas metas de trabalho mais rápido e eficiente, melhor comunicação e um senso mais forte de responsabilidade.

Diferença-entre-Kanban-e-scrum

Scrum x Kanban: qual estrutura é melhor?

Se tanto o scrum quanto o Kanban ajudam as equipes a alcançar as mesmas metas, como determinar qual é a melhor opção para sua equipe?

Alguns especialistas sugerem que as equipes que estão apenas começando a usar uma abordagem auto-organizada para o gerenciamento de projetos devem usar o scrum, pois ele fornece mais estrutura e procedimentos para orientar o progresso e o trabalho iterativo.

Equipes mais maduras acharão o Kanban útil quando se trata de manter o ritmo sem ditar excessivamente como os membros da equipe devem abordar seus trabalhos.

Em última análise, a decisão sobre a melhor estrutura entre Kanban x scrum dependerá dos tipos de projetos nos quais sua equipe trabalha, bem como do nível de preparo dela para introduzir mudanças em seus fluxos de trabalho diários.

Por que escolher um? Aproveite o melhor dos dois mundos com uma abordagem híbrida

Muitas equipes optam por usar o Kanban juntamente com o scrum, ou combinar as práticas em uma abordagem híbrida. Existem duas maneiras de usar as duas estruturas juntas.

Adote a estrutura “scrumban”

O primeiro método é experimentar o “scrumban”, a abordagem híbrida ao scrum e ao Kanban. Ele combina a estrutura do scrum com a flexibilidade e a ênfase na visualização do Kanban para criar uma estrutura que permite às equipes melhorar a agilidade e a adaptabilidade enquanto gerenciam seus fluxos de trabalho.

O Scrumban ajuda as equipes auto-organizadas a gerenciar e orientar melhor o desenvolvimento de um projeto, produto ou serviço, ao mesmo tempo que facilita a adaptação às mudanças, conforme necessário. Assim como o scrum, o scrumban usa iterações curtas e semelhantes aos sprints para gerenciar cargas de trabalho e garantir a criação de valor. E, como o Kanban, ele usa quadros para acompanhar visualmente o status das tarefas e executar os trabalhos em andamento.

Procure uma solução digital que permita ambas as estruturas

Se você não tem certeza sobre a adoção formal do scrumban, uma alternativa popular é adotar uma plataforma que permita usar os principais recursos das duas estruturas.

Com essa abordagem, em vez de escolher entre Kanban x scrum, você pode priorizar uma estrutura sobre a outra enquanto se beneficia de recursos específicos que irá considerar úteis.

A monday.com é uma dessas soluções. Com uma visualização Kanban e um template scrum, a Work OS da monday.com permite que as equipes visualizem seus trabalhos com facilidade. Ao mesmo tempo, ela oferece uma estrutura suficiente para ajudar cada indivíduo a acompanhar suas tarefas, comunicar-se e realizar os trabalhos com rapidez e eficiência.

A monday.com facilita uma melhor resolução de problemas ao aumentar a transparência, melhorar o compartilhamento de informações e disponibilizar um fórum para colegas de equipe conversarem. Com elementos fundamentais do scrum e do Kanban incorporados em sua funcionalidade, a plataforma incentiva o trabalho em equipe iterativo e eficaz, ajudando cada membro da equipe a aumentar seu senso de responsabilidade e tornando extremamente simples atualizar sobre o progresso.

Descubra a diferença da visualização de projetos otimizada com a monday.com.

Kanban x scrum: não dá para escolher errado

Escolher entre o Kanban e o scrum é como tomar rumos diferentes para o mesmo destino. A viagem será diferente, mas, eventualmente, você chegará lá.

Cada estrutura tem seus benefícios, e ambas foram projetadas para ajudar as equipes a trabalhar mais rapidamente, melhorar a colaboração e entregar maior valor.

No final, decidir a melhor opção para sua equipe dependerá da compreensão do escopo e da complexidade dos seus projetos, bem como da disposição dos seus companheiros de equipe para adotar novos sistemas de trabalho.

Muitos gerentes optam por não escolher. Em vez de selecionar uma estrutura Kanban x scrum, eles adotam uma abordagem híbrida, ou simplesmente escolhem os elementos de cada um que melhor se adéquam às suas próprias necessidades. Em ambos os casos, uma solução de trabalho em equipe poderosa, intuitiva e altamente capaz é essencial para executar um gerenciamento eficaz de projetos.

Somente com a capacidade de se comunicar facilmente, fornecer atualizações de status, fazer perguntas, resolver problemas, compartilhar informações e visualizar o progresso é que sua equipe executará com sucesso o Kanban, o scrum ou um modelo combinado.

Experimente nosso template de Scrum e o visualize como um quadro Kanban para ver o que funciona para você!

Baixe o template do Scrum da monday.com