Obrigado por se inscrever! 🎉

Obrigado 🎉por se inscrever!

Verifique sua caixa de entrada para receber nossa newsletter mensal

Inscreva-se para receber nossa newsletter 😊

As 3 principais características de equipes virtuais bem-sucedidas

As 3 principais características de equipes virtuais bem-sucedidas

Todos na monday.com

Você tem o Slack. Você tem o e-mail. Você tem reuniões no Zoom, FaceTime e WhatsApp. A tecnologia atual oferece uma conectividade sem precedentes. Porém, para as equipes virtuais, a falta de conexão física continua criando grandes desafios.

Para muitas equipes virtuais, erros de comunicação, tarefas incongruentes, processos de trabalho sobrepostos e falta de transparência são a norma.  E isso torna praticamente impossível a tarefa de entregar trabalhos de alta qualidade com rapidez.

A chave para o sucesso das equipes virtuais não é adicionar mais uma chamada de conferência semanal. É ajudá-las a evitar por completo esses desafios, através do desenvolvimento das seguintes características:

  • Responsabilidade
  • Colaboração
  • Engajamento

É fácil de memorizar – RCE.

Neste post, vamos falar sobre os motivos pelos quais essas características são essenciais para as equipes virtuais – e como cultivá-las através de uma Work OS. Mas, primeiramente, falaremos sobre os desafios enfrentados pelas equipes virtuais.

Sistemas de trabalho avançados criam novos obstáculos

Embora as hierarquias de liderança tradicionais permaneçam em grande parte intactas, as estruturas organizacionais evoluíram de estruturas top-down para sistemas mais descentralizados e distribuídos.

Essa mudança é movida pela necessidade de acelerar o ritmo de trabalho e atender às necessidades dos clientes de forma mais eficaz. Diferentemente das estruturas tradicionais, os sistemas distribuídos têm menos níveis de liderança.

Em vez disso, eles contam com equipes menores e orientadas para missões específicas, com o objetivo de melhor possibilitar a tomada de decisões, a agilidade e a contribuição individual. Por exemplo, à medida que as start-ups crescem, muitas delas adotam sistemas distribuídos para facilitar execuções mais rápidas e contribuições individuais.

Os sistemas distribuídos também permitem que indivíduos, equipes e departamentos inteiros operem remotamente.

Porém, o advento dessa nova era de trabalho traz seus próprios desafios: falta de coordenação, tarefas redundantes, ferramentas sobrepostas, processos ineficientes, falhas de comunicação e silos de informação.

Ninguém sente isso de maneira mais dura que as equipes virtuais, onde a falta de proximidade física intensifica tais obstáculos.

Superando os desafios inevitáveis das equipes virtuais

Quando as equipes estão espalhadas ao redor do país ou do mundo, o que elas podem fazer para manter os processos e tarefas alinhados? Como podem gerenciar a comunicação de forma eficaz em todos os continentes e fusos horários? De que maneira podem evitar que os silos físicos piorem os silos de informação?

Liderança sólida, feedback e talento sempre serão importantes. Porém, para prosperar no acelerado ambiente de trabalho atual, as equipes virtuais devem possuir estas características essenciais:

Responsabilidade

Se forem proprietários de suas funções, responsabilidades e entregas, os funcionários se tornarão mais motivados para produzir seus trabalhos com a maior qualidade possível. Nas equipes virtuais, onde é comum haver uma maior autonomia, possuir um forte senso de responsabilidade é a chave para o alto desempenho.

Colaboração

A colaboração está no cerne do trabalho moderno. À medida que as organizações continuamente adicionam novas ferramentas ao seu arsenal digital, o trabalho em equipe, a coordenação e o compartilhamento de informações se tornaram mais importantes. Para as equipes virtuais, a colaboração estabelece vínculos essenciais e ajuda as diferentes partes interessadas a permanecer alinhadas quanto às metas e iniciativas.

Engajamento

Funcionários altamente engajados produzem melhores resultados do que aqueles que não são engajados, de acordo com a Gallup. Em ambientes de trabalho agitados, o engajamento é um pré-requisito para velocidade, trabalho em equipe e execução.

O engajamento também produz sentimentos de positividade e ajuda as equipes a se tornar mais unidas. Para as equipes virtuais, uma cultura de coesão e apoio mútuo pode causar um grande impacto positivo na qualidade do trabalho.

Unindo as equipes virtuais ao restante da organização

Como as organizações podem ajudar suas equipes virtuais a cultivar essas características e enfrentar os desafios do ambiente de trabalho atual, disperso e agitado?

A solução é possuir um sistema que sirva como uma fonte de verdade exclusiva. Ao compartilhar um único sistema de trabalho central, as organizações podem facilitar um melhor alinhamento, trabalho em equipe e eficiência.

Um sistema operacional de trabalho (Work OS) atua como centro nervoso em um sistema de trabalho distribuído.

Organizations with Distributed Nervous System

Work OS é uma plataforma de software baseada na nuvem em que os usuários podem criar aplicativos de fluxos de trabalho personalizados que são capazes de gerenciar todas as equipes e funções da organização. Quando as equipes virtuais conseguem facilmente visualizar, planejar, executar e acompanhar processos e projetos com terceiros em toda a organização, elas se tornam mais alinhadas – e podem trabalhar mais rápido para alcançar suas metas.

Work OS: a plataforma com responsabilidade, engajamento e colaboração integrados

Fazer uso de uma Work OS automaticamente melhora a responsabilidade, o engajamento e a colaboração das equipes virtuais. Veja como:

  • Ela abriga e se integra a sistemas de informação essenciais (exemplo: CRMs, ERPs, plataformas de análises, etc.), para que todos os membros da equipe obtenham acesso a dados de sistema relevantes. Transpor silos de dados e simplificar o compartilhamento de informações é fundamental à colaboração e ao engajamento.
  • Ela ajuda a manter todos alinhados sobre metas, KPIs, projetos e responsáveis respectivos. Com mais visibilidade sobre os dados da equipe, tarefas atuais e atualizações de status, cada membro da equipe naturalmente se tornará mais responsável por sua parte.
  • Ela possibilita uma comunicação aprimorada, facilitando para colaborar e compartilhar atualizações de status.
  • Ela permite que você crie aplicativos e automatize fluxos de trabalho para criar processos mais eficazes e cumprir necessidades não satisfeitas.
  • Com a melhora da coordenação, as equipes virtuais podem identificar processos redundantes e iniciativas sobrepostas que desperdicem tempo e recursos. Elas também podem gerenciar facilmente projetos conjuntos que cumpram metas comuns.

Descubra o futuro do trabalho. Saiba mais sobre a Work OS aqui.

Prepare-se para o futuro do trabalho

Em 2019, 30% dos funcionários norte-americanos trabalharam remotamente em período integral, segundo o relatório anual da Owl Labs Estado do Trabalho Remoto. Sete por cento trabalham remotamente pelo menos três vezes por semana. E, conforme cada vez mais equipes passam a adotar o trabalho remoto, esses números crescerão exponencialmente.

Os sistemas de trabalho distribuído, tanto dentro quanto fora do escritório, chegaram para ficar. Para que sejam bem-sucedidas, as equipes virtuais precisam de ferramentas que as ajudem a aumentar sua velocidade e agilidade.

Com uma Work OS, a responsabilidade, a colaboração e o engajamento se tornam elementos de segunda natureza – e todo o restante se resolve.

Junte-se a mais de 100.000 equipes

Não consegue se cadastrar?
Contate-nos. Estamos disponíveis 24/7.